Um ano da morte do ator Paulo Gustavo

Paulo Gustavo morreu exatamente há um ano em decorrência da covid-19, caso que agravou devido o processo de asma do ator. Durante a carreira, o artista levou quase 40 milhões de pessoas aos cinemas para acompanharem os filmes em que foi protagonista. São cerca de 39,5 milhões de pessoas levadas aos cinemas brasileiros, segundo o levantamento feito pelo site Filme B divulgado em 2021. O número se refere à quantidade de ingressos vendidos pelos longas.

Confira o ranking de bilheterias do ator:

Minha Mãe é Uma Peça 3: 11.630.254

Minha Mãe é Uma Peça 2: 9.321.421

Minha Vida em Marte: 5.341.421

Minha Mãe é Uma Peça: 4.608.567

Vai Que Cola — O Filme: 3.317.184

Fala Sério, Mãe: 3.017.997

Divã: 1.854.871

Os Homens São de Marte… E é Para Lá que Eu Vou: 1.806.937

Xuxa em Mistério da Feiurinha: 1.299.140

A maior arrecadação do cinema brasileiro

A história de Paulo Gustavo nos cinemas também alavancou as arrecadações dos filmes em que o artista participou como protagonista. “Minha Mãe é uma Peça 3” se tornou a maior arrecadação da história do cinema nacional, com R$ 143,9 milhões, em sua passagem pelas salas. O recorde noticiado pela produtora Downtown Filmes.

 

Publicações Similares

Menu